A perigo, Paulo Guedes vai hoje à Câmara debater enfrentamento da covid-19

O ministro da Economia, Paulo Guedes, está a perigo. Ele pode ser demitido nos próximos dias por “insuficiência” no cargo. O alerta foi dado por analistas políticos de direita e esquerda durante a semana.

A esquerda cobra empregos, salários, o Estado de Bem-Estar Social, investimentos públicos e retomada do desenvolvimento.

A direita, por sua vez, pede mais retirada de direitos privatizações, desinvestimentos, recessão, concentração de renda, precarização da mão de obra, menos consumo, dentre outras maldades, visando remunerar o capital vadio.

O ministro Paulo Guedes é um defensor do fim do auxílio emergencial agora em dezembro, mesmo com o avanço da pandemia. Esse discurso faz brilhar os olhos de banqueiros e especuladores, que querem abocanhar os recursos públicos para maximizar os juros e amortizações da dívida interna, qual seja, faturar alto com a desgraça alheia.

Guedes no bico do corvo

Pois bem, a comissão mista da Câmara que acompanha as ações do governo federal no enfrentamento da pandemia de Covid-19 tem reunião nesta sexta-feira (11), às 16h30, com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes.

O encontro tem o objetivo de realizar o acompanhamento das ações fiscais e da execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao enfrentamento à Covid-19.

A reunião será realizada por videoconferência. O público do Blog do Esmael poderá acompanhar e participar do debate pela internet.

Vacina versus armas de fogo

STF pode autorizar vacina sem o selo da Anvisa em caráter de emergencial

Repasse do Fundeb para o Sistema S é imoral e inconstitucional

Alucinado, Paulo Guedes mente ao dizer que Brasil está oficialmente “saindo da recessão”

Falta muito pouco para Flávio Dino pedir a prisão de Paulo Guedes