Vacina russa: Sputnik V apresenta eficácia ‘acima de 95%’

A vacina russa Sputnik V contra a Covid-19, demonstrou eficácia “acima de 95%” 21 dias após a segunda dose da vacina e 42 dias após a primeira dose. As informações sobre o imunizante foram divulgadas nesta terça-feira (24) por autoridades do país.

A vacina Sputnik V foi desenvolvida pelo Instituto Gamaleya. Os dados ainda são preliminares e não foram publicados em revista científica.

A Rússia foi o primeiro país a registrar uma vacina para a Covid-19, ainda no mês de agosto. Dúvidas e questionamentos foram levantados na ocasião na comunidade científica, por causa da fase três dos testes e da vacinação me massa.

LEIA TAMBÉM:

Biden começa ocupar a Casa Branca e Trump limpa as gavetas

Greve de fome: CUT alerta governo Ratinho sobre a gravidade da situação dos professores

Datafolha: Guilherme Boulos dispara e vai a 45% em SP

Dados divulgados anteriormente pelo país indicavam que a Sputinik V apresentava eficácia de 92% um dia após a aplicação da segunda dose (e 21 dias após a aplicação da primeira dose).

*Com informações do G1