Seleção Brasileira: Rodrigo Caio e Militão são cortados e Tite convoca substitutos

Felipe de 31 anos, do Atlético de Madrid, e Diego Carlos de 27 anos, do Sevilla, são as novidades da lista do treinador da Seleção Brasileira.

A Seleção Brasileira tem mais mudanças na sua lista de convocação para as partidas deste mês diante da Venezuela e Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Nesta terça-feira (3), a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou que os zagueiros Rodrigo Caio, do Flamengo, com lesão na panturrilha direita e Éder Militão, do Real Madrid, que testou positivo para a Covid-19, foram cortados.

Sendo assim, para o lugar da dupla, Tite chamou Felipe, do Atlético de Madrid, e Diego Carlos, do Sevilla.

O técnico da Seleção Brasileira já havia promovido outras duas alterações na lista original de convocados. Antes, foram cortados Phillipe Coutinho, do Barcelona, substituído por Lucas Paquetá, do Lyon, e Fabinho, do Liverpool, que cedeu lugar a Allan, meio-campista do Everton.

Convocado pela primeira vez, Diego Carlos tem 27 anos e atua pelo Sevilla. Na temporada passada, ele foi um dos grandes destaques da equipe e se sagrou campeão da Liga Europa.

Felipe de 31 anos, por outro lado, já tem seis convocações por Tite e e jogou uma vez pela Seleção. É peça importante no Atlético de Madrid, clube pelo qual atua.

A Seleção se apresenta na próxima segunda-feira (9), na Granja Comary para iniciar a preparação para a terceira e quarta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Confira a lista atualizada de convocados por Tite:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);

Laterais: Danilo (Juventus), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Manchester United) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);

Zagueiros: Marquinhos (PSG), Thiago Silva (Chelsea), Diego Carlos (Sevilla) e Felipe (Atlético de Madrid);

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Douglas Luiz (Aston Villa), Arthur (Juventus), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool) e Lucas Paquetá (Lyon);

Atacantes: Everton Cebolinha (Benfica), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG), Richarlison (Everton) e Vini Junior (Real Madrid).

*Jogadores cortados: Phillipe Coutinho, Fabinho, Rodrigo Caio e Eder Militão.