Por que Flávio Dino, Ciro Gomes e Netanyahu bombam as redes neste domingo

O governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), o ex-governador Ciro Gomes (PDT) e Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, estão bombando nas redes sociais neste domingo (8). Por quê?

O Blog do Esmael explica para o leitor.

Dino ironizou o ex-ministro Sérgio Moro que disseminou que busca posicionar-se no “centro” do espectro político enquanto na prática incentiva a extrema-direita.

“Moro grava vídeo para um extremista líder de motim, candidato em Fortaleza. Começou muito mal a sua tentativa de se reinventar como referência do ‘centro’, após servir a Bolsonaro e dele se servir. Cobram tanto da esquerda, mas com um ‘centro’ assim fica difícil demais”, escreveu no Twitter o governador do Maranhão.

Já o ex-governador Ciro Gomes virou um dos assuntos mais comentados hoje porque ele também enviou uma cartinha para o presidente eleito dos EUA, Joe Biden. Além disso, o pedetista pede voto para os candidatos do partido nas eleições do ano que vem.

Quanto a Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, ele está nos temais mais debatidos do Twitter porque torceu o nariz para Donald Trump e para o “amigo” Jair Bolsonaro ao felicitar Joe Biden.

Note o caríssimo leitor que os três eventos têm relação direta com as eleições 2022. Todos eles conspiram contra a continuidade de Bolsonaro na Presidência da República.

Flávio Dino sonha em se sentar na cadeira de presidente, bem como Moro; Ciro Gomes, idem, só pensa no Palácio do Planalto; e Netanyahu prova mais uma vez a Bolsonaro que não existe “amigo” e sim interesses de nações no jogo diplomático.

Moro e Huck, “Pink e Cérebro”, tentam ser a “terceira via” para conquistar 2022

Bolsonaro desiste das redes sociais para evitar memes

Após piada homofóbica, Bolsonaro ganha chifres em outdoor no Maranhão

Doria faz ciúmes em Bolsonaro ao mandar cartinha para presidente eleito dos EUA Joe Biden