Ministra Damares entra com ação judicial contra Ciro Gomes

Compartilhe agora

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, entrou com uma ação judicial contra o ex-governador Ciro Gomes, do Ceará. O processo, que alega calúnia, injúria e difamação, foi protocolado na última sexta-feira (27) e distribuído à 8ª Vara Criminal de Brasília, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).

Durante uma entrevista, Ciro chamou Damares de “bandida nazifascista”. Em agosto, Damares já havia informado que iria processar o ex-governador do Ceará, mas a iniciativa só foi formalizada na semana passada.

Na petição inicial, a defesa de Damares citou que o vídeo com as ofensas de Ciro foi visualizado, até 21 de agosto, por mais de 110 mil pessoas no YouTube, sem contar com o alcance do compartilhamento em outras redes sociais.

LEIA TAMBÉM:

Flávio Dino ‘torce o nariz’ para as críticas de Ciro Gomes em nome da “Frente Ampla” em 2022

Damares tenta justificar o injustificável para acomodar invasores de terras indígenas

Indígenas denunciam articulação de Damares para diminuir terras demarcadas

*As informações são do Renova Mídia