Michigan dá o “beijo da morte” em Trump e certifica a vitória de Biden

O filho do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo, pode ter uma nova crise de choro nesta segunda-feira (23). As autoridades eleitorais em Michigan certificaram seus resultados eleitorais hoje, resistindo à pressão do presidente Donald Trump para atrasar o processo e oficializando a vitória do presidente eleito Joe Biden.

A votação de Michigan foi um dos maiores contratempos para Trump, que interveio diretamente no processo eleitoral do estado para expressar apoio aos funcionários republicanos que fizeram falsas alegações sobre a integridade do voto, e convidou os líderes legislativos do Partido Republicano para o Casa Branca na sexta-feira. Esses líderes disseram depois que permitiriam que o processo normal de certificação ocorresse.

Depois de analisar o relatório do Departamento de Eleições do Estado, que mostrava Biden vencendo o estado por 154 mil votos sobre Trump, o conselho de Michigan, composto por dois democratas e dois republicanos, votou por 3 a 0 com uma abstenção para certificar os resultados. Norm Shinkle, um dos membros republicanos do conselho, se absteve.

A certificação entrega oficialmente a Biden um campo de batalha importante que Trump havia tirado dos democratas quatro anos atrás e rejeita os esforços jurídicos e políticos do presidente para anular os resultados com falsas alegações de fraude eleitoral e esforços remotos para adiar a certificação. Ou seja, Michigan deu o “beijo da morte” no presidente Donald Trump.

Por sua vez, o presidente eleito Joe Biden deve anunciar suas escolhas para cargos importantes em seu gabinete e administração. Alguns fariam história, incluindo as primeiras mulheres a servir como secretária do Tesouro e diretora de inteligência nacional e a primeira latina a servir como secretária de segurança interna.

Eduardo Bolsonaro chora ao saber da derrota de Donald Trump nos EUA

Auxílio emergencial acaba no final do ano, diz Guedes

Deputado petista questiona ministro da Saúde sobre os 6,8 milhões de testes de Covid-19 prestes a vencer

Deputado do PT pede “Fora Ratinho” e presidente da ALEP encerra discussão; assista