Lula sobre negro espancado até a morte no Carrefour: “O racismo é a origem de todos os abismos desse país”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou as redes sociais nesta sexta-feira (20) para comentar sobre o caso de João Alberto Silveira Freitas, homem negro, de 40 anos, que foi espancado até a morte por dois seguranças brancos do supermercado Carrefour, em Porto Alegre.

“Amanhecemos transtornados com as cenas brutais de agressão contra João Alberto Freitas, um homem negro, espancado até a morte no Carrefour. O racismo é a origem de todos os abismos desse país. É urgente interrompermos esse ciclo”, escreveu o ex-presidente no Twitter.

O fato ocorreu na noite desta quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra. O espancamento começou após um desentendimento entre a vítima e uma funcionária do supermercado, que fica na Zona Norte da capital gaúcha.

Os dois acusados pela morte de Freitas foram presos em flagrante. Um deles é policial militar e foi levado para um presídio militar. O outro é segurança do Carrefour e está em um prédio da Polícia Civil. A investigação trata o crime como homicídio qualificado.

No Dia da Consciência Negra, “Vidas Negras Importam” bomba nas redes sociais

Senado do México aprova legalização da maconha

Bolsonaro arrega e não declina países que importam madeiras ilegais do Brasil

Compartilhe agora