Lewis Hamilton condena assassinato de homem negro no Carrefour em Porto Alegre

O piloto inglês Lewis Hamilton usou as redes sociais neste sábado (21) para condenar a morte do soldador João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, após ser espancado por dois seguranças brancos nas dependências do supermercado Carrefour, em Porto Alegre, na quinta-feira (19).

“Devastado de ouvir essas notícias, mais uma vida negra perdida novamente. Isso continua ocorrendo e temos que lutar para que isso pare”, disse o piloto ao se refrir a morte de pesssoas negras. “Envio todos os meus sentimentos e orações para o Brasil. Descanse em João Alberto Silveira Freitas”, comentou.

O piloto Lewis Hamilton, que corre pela Mercedes, é um ativista antirracista. Hamilton tem se posicionado em cada fato concreto contra os negros em todo o mundo.

LEIA MAIS SOBRE O CASO:

Dia da Consciência Negra com morte de homem negro no Carrefour de Porto Alegre

Porto Alegre protesta às 18h contra assassinato de homem negro no Carrefour

Vídeos: Manifestantes ocupam lojas do Carrefour em Porto Alegre, Rio e Brasília

Compartilhe agora