Israel negocia com a Rússia compra da vacina Sputnik V contra Covid-19

O governo de Israel ampliou sua busca por uma vacina segura contra a Covid-19 com a abertura de uma negociação para a compra da vacina Sputnik V desenvolvida pelo laboratório Gamaleia da Rússia.

“Cerca de uma hora atrás, conversei com o presidente russo, Vladmir Putin, a respeito da possibilidade de adquirir uma opção da vacina Sputnik-V”, disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, aos repórteres. “Debateremos isso nos próximos dias.”.

Israel foi um dos primeiros países a procurar a Moderna Inc. para receber sua vacina em potencial, firmando um contrato em junho. Na semana passada, o país assinou outro contrato com a Pfizer Inc. As duas empresas relataram resultados de testes promissores.

LEIA TAMBÉM:

PT divulga resolução sobre o segundo turno das eleições municipais

Bruno Covas pede desculpas a Guilherme Boulos por baixaria de aliado

Marina Silva anuncia o apoio da Rede Sustentabilidade para Manuela D’Ávila

Israel também está desenvolvendo sua própria vacina – se bem-sucedida, ela poderia estar pronta para ser levada ao mercado até o final do verão local.

“Meu objetivo é trazer tantas vacinas de tantas fontes para tantos cidadãos, o mais rápido possível”, disse Netanyahu.

*Com informações da Reuters