Globo revela “tríplex” de Flávio Bolsonaro no Rio

Para a Globo, político bom é aquele que tem tríplex. Segundo a organização dos Marinho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e sua esposa receberam R$ 295,5 mil em depósitos sem origem conhecida para pagar apartamento na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A estratégia da grupo de comunicação carioca de usar “tríplex” já é surrada, mas tem funcionado para seus objetivos eleitorais. Vide no caso de Lula, em 2018, que ficou preso e não pôde concorrer à Presidência.

Sem ingressar no mérito do “tríplex” de Flávio Bolsonaro, a Globo luta para tirar o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) do segundo turno na disputa pela Prefeitura do Rio. E o filho do presidente Jair Bolsonaro, o Zero Um, é um dos principais articuladores da campanha de reeleição do prefeito.

Nas vésperas das eleições municipais, Flávio Bolsonaro foi denunciado como líder de organização criminosa pelo Ministério Público do Rio. O filho do presidente é réu em uma ação que investiga as “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), entre 2007 e 2018, período em que Flávio era deputado estadual.

De acordo com Globo, nesta quarta (11), as contas do senador Flávio Bolsonaro e da mulher dele, a dentista Fernanda Bolsonaro, receberam, entre abril de 2014 e agosto de 2018, R$ 295,5 mil em dinheiro vivo, por meio de 146 depósitos “sem origem conhecida”, para pagar parcelas de um apartamento na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

PT pede a prisão de Flávio Bolsonaro

Em ao menos duas manifestações públicas, o PT pediu a prisão do senador Flávio Bolsonaro antes da eleição no domingo (15). O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), foi o primeiro a pedir a prisão do filho do presidente.

Já o deputado Rogério Correia (PT-MG), ironizando as autoridades judiciárias, sugeriu colocar uma “estrelinha do PT” no terno de Flávio Bolsonaro para agilizar sua prisão no caso das rachadinhas.

Fernando Haddad diz esperar que “F. Bolsonaro” seja preso antes das eleições

PT faz campanha pela prisão de “F. Bolsonaro” antes da eleição no domingo

Freixo critica Carluxo pela compra de tríplex aos 20 anos e vira alvo de fake news bolsonarista

Folha prova que Moro é dono de “tríplex” e recebe R$ 4,3 mil de auxílio-moradia