Gleisi cobra explicação de Obama sobre participação no golpe e na Lava Jato

Compartilhe agora

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), pelo Twitter, cobrou explicações do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama na participação do golpe contra Dilma Rousseff e na operação espúria da Lava Jato.

Segundo a dirigente petista, Obama passou 8 anos fazendo guerras e espionagem, a serviço da indústria de armas e do establishment de seu país.

Gleisi acusou o ex-presidente americano de acobertar casos de corrupção do vice [Michel Temer] investigado por corrupção. Ela ainda ironizou o fato de Obama querer dar conselhos ao Brasil.

“Acobertou um vice investigado por corrupção e quer dar conselhos ao Brasil. Tem de explicar a sua participação no golpe e na Lava Jato”, disparou a presidenta do PT.

Obama disse em seu livro “Uma Terra Prometida” de Barack Obama ele cita o ex-presidente Lula e disse que o petista tinha causando-lhe boa impressão. No entanto, ressalva o ex-presidente americano, “constava também que tinha os escrúpulos de um chefão do Tammany Hall, e circulavam boatos de clientelismo governamental, negócios por baixo do pano e propinas na casa dos bilhões”.

O ex-presidente Lula não quis comentar o trecho do livro de Obama. A tarefa, como o leitor vê, coube a Gleisi Hoffmann.

Obama chegou a dizer G20 em Londres, em 2009, que Lula era “o cara” e “o político mais popular da Terra”.

O trecho que cita o ex-presidente Lula tem mais a ver com a orientação do editor, que, com certeza, pretende vender alguns exemplares do livro no Brasil.

Durante a prisão do ex-presidente Lula, em Curitiba, Barack Obama cogitou visitar na Polícia Federal o petista, onde ele permaneceu inconstitucionalmente encarcerado por 580 dias.

Barack Obama poderá visitar Lula, “o cara”, na PF de Curitiba