Folha coordena a campanha de Covas em SP, mas não assume publicamente

Compartilhe agora

A Folha de S. Paulo já coordena a reta final da campanha do prefeito Bruno Covas (PSDB), porém o jornalão não assume publicamente seu relacionamento político com o tucano.

O Blog do Esmael recomendou abertamente nesta quinta-feira (19) voto no candidato do PSOL à Prefeitura, Guilherme Boulos, para “Defender o povo contra o atraso e o bolsonarismo em São Paulo“.

A Folha, ao contrário, se esconde atrás de uma imparcialidade que não existe. O Grupo Folha, aliás, hoje é um banco que especula e vive das benesses do governo federal. Vide a remuneração das sobras de caixa pelo Banco Central, cujo projeto foi aprovado recentemente. A Folha tem como principal fonte de renda as maquininhas PagSeguro, logo…

Tentado descolar a imagem de Covas da do presidente Jair Bolsonaro, a Folha de S. Paulo deu uma ajudinha no fim da tarde jurando que “Bolsonaro manda mensagem de WhatsApp a aliados em que estoca candidatura de Covas em SP“. Fake news. Até as ciclovias da Avenida Paulista sabem que esse amor entre os tucanos e Bolsonaro é antiquíssima. Há registros disso, como a imagem que ilustra essa postagem.

“A Folha leu a mensagem no celular de uma pessoa que a recebeu”, despista o jornalão paulistano. Ou seria de quem enviou a mensagem?

A ideia da “coordenação de comunicação” é criar uma falsa animosidade entre Bolsonaro, Doria e Covas. Ou seja, eles dissimulam, fingem, estarem de mal para enganar o eleitor mais uma vez. Depois do segundo turno o trio volta a tomar vinho às escondidas, longe dos olhos dos reles mortais, em companhia dos barões da velha mídia golpista. Mas o povo não é bobo.

A luta da Folha, Bolsonaro, Covas, Doria, et caterva, é pela manutenção do atraso, do conservadorismo e do bolsonarismo. Eles se juntaram para tentar derrotar Boulos.

Bolsonaro e Doria deram uma pausa na batalha deles visando 2022 para derrotar o ‘mal maior’, aos olhos deles, que é a esquerda em São Paulo. A Folha é quem patrocina o armistício entre o presidente e o governador. A impressão digital esta aí. Só não vê quem não quer.

Opinião do Blog do Esmael: Defender o povo contra o atraso e o bolsonarismo em São Paulo

O editorial que a Folha se recusa a escrever: Guedes precisa sair

A Folha amarelou para as mentiras de Bolsonaro, diz ombudsman da Folha