Eleições balanço: PT enfrentou a máquina de mentiras e o dinheiro dos conservadores, diz Gleisi

O Partido dos Trabalhadores (PT) inicia nesta segunda-feira (30) o balanço do seu desempenho eleitoral nas eleições municipais de 2020. A deputada federal Gleisi Hoffmann, presidente nacional do partido, aponta que a legenda enfrentou nestas eleições uma máquina de fake news e o dinheiro dos grandes grupos econômicos.

“Nosso desempenho nas grandes cidades e a unidade que construímos em tantas delas confirma que temos uma alternativa para o Brasil”. Ela fez questão de congratular todos os candidatos do PT e aliados que se submeteram ao crivo das urnas e à histórica base do partido, que ganhou as ruas para enfrentar o bolsonarismo e o ódio dos extremistas. “Meus parabéns a toda nossa militância pela garra, num cenário tão difícil”, destacou. Ela lembrou que o PT venceu com o PSOL em Belém, e esteve ao lado de Guilherme Boulos, candidato do PSOL em São Paulo, e de Manuela D’Ávila (PCdoB), em Porto Alegre. “O PT segue junto com o povo”, disse.

No site da oficial da legenda, a presidenta do PT lembrou que em muitas cidades a disputa foi desigual, com o dinheiro irrigando de maneira clandestina as campanhas dos adversários e o uso da máquina administrativa sendo usada de maneira abusiva por prefeitos que disputavam as eleições ou tinham apadrinhados na disputa. Valeu de tudo para derrotar o PT.

LEIA TAMBÉM:

Moderna anuncia vacina com eficácia de 94,1% contra a Covid-19

Contratação de Moro por consultoria da Odebrecht repercute mal nas redes

PT vence em Diadema e Mauá no ABCD Paulista

“Ainda assim, no cômputo geral, o PT saiu com 183 prefeituras municipais nas eleições de 2020, espalhadas em todas as cinco regiões do país, e ampliou sua força eleitoral em cidades médias. A legenda não tinha nenhum prefeito entre as cem maiores cidades do país. Agora, estará no comando da administração das quatro cidades mineiras e paulistas. O Partido dos Trabalhadores também foi a sigla que obteve proporcionalmente a maior votação para vereadores nas Câmaras Municipais de 38 cidades com mais de 500 mil habitantes, ficando à frente do DEM, Republicanos, PSDB, PSD e MDB. Nesses municípios, vivem nada menos que 37% da população brasileira”, diz o site petista.

Apesar do tom de certo otimismo da direção do partido, diversas lideranças petistas avaliam o desempenho do PT como de profunda derrota e que precisa reavaliar seu projeto político.

*Com informações da Agência PT de Notícias