Doria anuncia chegada do 1º lote da Coronavac em São Paulo

Compartilhe agora

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou em entrevista que o Instituto Butantan recebe, nesta quinta-feira (19), o primeiro lote da vacina chinesa CoronaVac contra a Covid-19. A vacina foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, e no Brasil será produzida pelo Instituo Butantan, em São Paulo.

“Ela [a vacina] virá em lotes, pronta do laboratório Sinovac, e depois nós produziremos aqui, no próprio Butantan, para os brasileiros de São Paulo e brasileiros de todo o país, isso se o Ministério da Saúde entender, como deveria, que a vacina é para todos. Aliás, essa é a nossa defesa”, afirmou Doria ao programa Passando a Limpo.

O primeiro lote contará com 120 mil doses. A vacina está na fase final de testes. “Nós temos a última fase da pesquisa, a última e derradeira. Estamos provavelmente nas últimas duas, três semanas dessa fase final da pesquisa para submeter os resultados à Anvisa. Estamos seguindo rigorosamente o protocolo internacional de testagem da vacina e também é o protocolo da Anvisa”, disse Doria.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS:

Prefeitura de Curitiba autoriza volta às aulas presenciais enquanto especialistas discutem severo fechamento

OMS declara 2021 ‘Ano Internacional dos Trabalhadores da Saúde’

Ex-negacionista, Boris Johnson entra em isolamento social com 2ª onda de Covid

A expectativa é de que o Butantan produza 40 milhões de doses da vacina.

*Com informações do Estadão Conteúdo