Dia da Consciência Negra terá ‘Marcha Vidas Negras Importam’ em São Paulo nesta sexta

Compartilhe agora

O Dia da Consciência Negra nesta sexta-feira, 20 de novembro, será marcado pela 17ª Marcha da Consciência Negra de São Paulo. A manifestação unitária foi convocada por organizações do movimento negro, entidades sindicais e movimentos sociais.

Para os organizadores, a marcha – além de lembrar a saga libertadora de Zumbi dos Palmares -, vai denunciar o genocídio de milhares de jovens negros nas periferias e ressaltar a necessidade do combate político contra o racismo estrutural vigente no país,

A concentração da 17ª Marcha será no vão do Masp, na Avenida Paulista, a partir das 16h. Logo após, os manifestantes caminharão até o Teatro Municipal, no Vale do Anhangabaú, no centro. A edição de 2020 traz como lema “Vidas Negras Importam”.

LEIA TAMBÉM:

Cuba se destaca como o bom aluno do continente americano na gestão da Covid-19

Argentina: Deputados aprovam taxação de grandes fortunas

Opinião do Blog do Esmael: Defender o povo contra o atraso e o bolsonarismo em São Paulo

Segundo a secretária de Combate ao Racismo da CUT-SP, Rosana Silva, o exemplo da resistência negra pôde ser vista no último final de semana no país. “As eleições mostraram que nossos quilombolas de resistência se manifestaram de uma forma única, ampliando sua representação. Falar de resistência é falar de Zumbi e de Dandara. Foi isso que as urnas mostraram e é por isso que vamos às ruas lutar contra o racismo em suas várias formas. Nossa história de resistência é antiga e juntos somos mais fortes”, afirma.

Nas eleições municipais, realizadas no último fim de semana, as urnas revelaram a eleição de centenas de candidaturas negras em todo o país. Um fenômeno político que aponta para a emergência da pauta do combate ao racismo e da desiguldade social.

*Com informações da CUT-SP