Coritiba 1 x 2 Bahia; Coxa está volta à zona do rebaixamento

Compartilhe agora

Bahia sai atrás, busca a virada contra o Coritiba e sobe na tabela do Brasileirão. Élber e Zeca fizeram os gols da vitória; Giovanni Augusto marcou para o Coxa.

De virada, o Bahia venceu o Coritiba por 2 a 1, na tarde desta segunda-feira (16), pela 21ª rodada do Brasileirão.

A partida no Couto Pereira começou fulminante, pois Giovanni Augusto, aos dois minutos de jogo, abriu o placar. Após assistência de William Matheus, Giovanni Augusto de novo, consegue marcar o segundo, mas o gol é anulado pelo VAR.

No minuto seguinte, o Bahia empata com Élber. Já no segundo tempo, o Coritiba chegou mais ao gol adversário, porém é o Tricolor que vira o placar, em cruzamento de Zeca que vai parar no fundo da rede sem nenhum desvio.

Classificação

Com a derrota, o Coritiba continua na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com 20 pontos.

Já o Bahia permanece na 9ª colocação, 28 pontos e a seis pontos do G-6.

Próximos Jogos de Coritiba e Bahia

Na próxima rodada, o Bahia visita o Red Bull Bragantino, às 20h (de Brasília) desta sexta-feira.

o Coritiba vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo, às 19h (de Brasília) do sábado.

Ficha técnica Coritiba 1 x 2 Bahia

Local: Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR)

Data e hora: 16/11/2020 – 18h (de Brasília)

Árbitros: Igor Junior Benevenuto de Oliveira (MG)

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Celso Luis da Silva (ambos MG)

VAR: Afonso Vitor de Oliveira (PR)

Cartões amarelos: Robson, Mailton, Giovanni Augusto (CTB); Rodriguinho, Ronaldo (BAH)

Gols: Giovanni Augusto (Coxa – 2’/1°T), Élber ( Bahia – 35’/1°T), Zeca ( Bahia – 26’/2°T)

CORITIBA: Wilson; Mailton, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Hugo Moura, Matheus Sales (Pablo Thomaz), Mattheus (Sarrafiore) e Giovanni Augusto; Robson e Neilton (Rodrigo Muniz). Técnico: Pachequinho.

BAHIA: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Anderson Martins (Juninho, no intervalo) e Matheus Bahia (Zeca); Gregore, Ronaldo e Daniel (Rodriguinho); Fessin (Rossi), Gilberto e Élber (Marco Antônio). Técnico: Mano Menezes.