Carlos Lupi sugere que Túlio Gadelha deve sair do PDT por apoiar Marília Arraes

Compartilhe agora

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou que os militantes do partido que não apoiam a candidatura de João Campos (PSB) devem deixar a legenda. A fala foi um recado ao deputado Túlio Gadelha que manifestou apoio a Marília Arraes (PT).

“Quem for do PDT e não estiver com esta chapa não tem mais o que fazer no PDT”, disse Lupi.

Túlio é namorado da apresentadora Fátima Bernardes. Ele abriu uma dissidência no PDT pernambucano para apoiar a candidatura de Marília Arraes que lidera as pesquisas de intenção de votos.

O deputado denunciou que a coordenação da campanha do PSB havia tentado comprar o silêncio dele.

“Meu chefe de gabinete foi procurado pela coordenação da campanha do PSB no Recife. Disse que eles estavam querendo “negociar o meu silêncio” nesse segundo turno. Dá pra acreditar?! Me senti testemunha de um crime. Crime mesmo foi o que eles fizeram nesses últimos anos no Recife.” Escreveu Túlio no Twitter.

O calor da disputa em Pernambuco contamina o campo democrático e popular de todo o Brasil pela beligerância.

Há forças políticas de esquerda dos dois lados e isso deveria ser visto e tratado com naturalidade; e a campanha deveria ser amistosa, sem ataques entre as forças envolvidas.

Datafolha Recife: Marília Arraes, com 55%, vai ‘abotoando’ o primo João Campos, com 45%

Bolsonarista Osmar Terra é internado com Covid-19 em Porto Alegre

Primeiro prefeito negro de Porto Alegre pede votos para Manuela D’Ávila; assista