Bolsonaro diz que derrotado foi Moro que ‘nem conseguiu eleger vereador’ em Curitiba

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro rechaçou a análise segunda qual ele foi o grande perdedor nas eleições de 2020, apesar do avanço da direita. ‘Derrotado foi o Moro, que não conseguiu nem eleger vereador em Curitiba’, disse o mandatário a correligionários, referindo-se ao ex-ministro Sérgio Moro, que não conseguiu emplacar seu pupilo na Câmara de Curitiba.

Moro e procuradores da Lava Jato de Curitiba apoiaram a candidatura do empresário Fábio Aguayo, a vereador, na chapa do PSL, no entanto, ele conquistou somente 1.027 votos no último dia 15 de outubro.

Embora tenha razão em dizer que Moro ‘nem elegeu vereador em Curitiba’, Bolsonaro faz o papel do sujo falando do mal lavado.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), avalia que o bolsonarismo, a antipolítica, coisas meio caricatas, anedóticas, que prevaleceram em 2018, não tiveram muito espaço em 2020. “Como o Bolsonaro é a expressão disso, não há dúvida que saiu derrotado”, disse ao UOL, reconhecendo a direita venceu a esquerda no segundo turno.

Na verdade, o trunfo eleitoral de 2020 foi do Centrão. Os partidos alinhados ao célebre grupo que atua no Congresso Nacional saiu vencedor do pleito.

PSDB, MDB, DEM, PSD e Podemos irão governar parte expressiva da população brasileira.

[A vivo] Entrevista com o candidato de Sérgio Moro, que perdeu para vereador em Curitiba

Moro não elege vereador em Curitiba

Moro e Huck, “Pink e Cérebro”, tentam ser terceira via para conquistar 2022

Candidato de Moro faz ‘frente ampla’ até com donos de ‘inferninhos’ em Curitiba

Eleições 2020 já tem um derrotado: Jair Messias Bolsonaro