Senador Eduardo Braga dá OK para a indicação de Kassio Nunes Marques ao STF

Mesmo com diagnóstico positivo para o Coronavírus, o senador Eduardo Braga (MDB-AM) confirmou para o próximo dia 21 a entrega do relatório completo sobre a indicação de Kassio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Ele apresentou uma versão preliminar do relatório em que comenta as inconsistências no currículo do desembargador e afirma que elas não são concretas e que não são motivos que impediriam ele assumir o posto no STF. Braga chama de “confusão semântica” a imprecisão sobre os títulos do desembargador.

Kassio Nunes Marques é mais um suspeito de fraudar o próprio Currículo

A Universidade de La Coruña, na Espanha, não confirma que Kassio tenha cursado pós-graduação em “Contratación Pública” que consta em seu histórico acadêmico. Segundo a instituição, ele somente participou de um curso de quatro dias.

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senadora Simone Tebet (MDB-MS), explicou que numa eventualidade poderá nomear um relator ad hoc para a leitura do parecer entregue.

O doutorado do desembargador feito na Universidade de Salamanca, também na Espanha, consta no portal da Universidade, mas a tese foi defendida somente em 25 de setembro. Ou seja, menos de duas semanas.

Já um pós doutorado que está no Currículo de Kassio, em Direitos Humanos na mesma Universidade, não consta no banco de dados público da instituição.

Para o senador Lasier Martins (Podemos-RS), o desembargador deverá esclarecer na sabatina as dúvidas sobre o currículo dele. Mas o senador Marcos Rogério (DEM-RO) ressaltou que Kassio Marques tem todas as condições de substituir Celso de Mello no STF.

Com informações da Agência Senado e do Congresso em Foco.

Leia aqui o relatório preliminar de Eduardo Braga.

Parece que está praticamente consumada a vaga do “centra” no Supremo.

LEIA TAMBÉM
Blog do Esmael entrevista líder do PT na Câmara às 10h desta quarta

Tenente Coimbra vota com Doria e vira “traidor” dos bolsonaristas

Eleições 2020: TSE disponibiliza 5 aplicativos para eleitores, mesários e candidatos; confira

Compartilhe agora