Se a média móvel de mortes caiu, que tal a Globo fazer os debates?

A TV Globo foi a primeira a comunicar em setembro que não faria os debates entre os candidatos a prefeito. A emissora alegou perigo de contaminação pela Covid-19.

Em eleições anteriores, a Globo também se recusou a promover os confrontos de ideias.

Ato contínuo, nestas eleições, as demais emissoras de televisão seguiram o exemplo da emissora carioca e cancelaram os debates que estavam agendados: SBT, Record, RedeTV!

A Band TV manteve sua tradição democrática e realizou o primeiro debate de prefeitos em ao menos 20 cidades brasileiras.

Pois bem, a Globo vem anunciando que a média móvel de mortos pela Covid-19 caiu aos menores índices desde maio. A média de óbitos é menor que 500.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 354 mortes pela Covid-19, chegando ao total de 151.063 óbitos desde o começo da pandemia.

Se há um recuo nos casos e nas mortes por Covid, como anuncia a Globo, por que não retomar os debates entre os candidatos a prefeito?

Aliás, por onde anda o TSE que ainda não se pronunciou sobre a ausência de debates?

Se as aulas presenciais podem voltar já, como defende a Globo, por que não realizar os debates?

Compartilhe agora