Moro rompe silêncio após declaração polêmica de Bolsonaro sobre fim da Lava Jato

Na calada da noite desta quarta (7), o ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro rompeu o silêncio para fazer uma solene declaração acerca da polêmica fala do presidente Jair Bolsonaro sobre o fim da Lava Jato.

Moro disse que não tem dúvidas que as tentativas de acabar com a Lava Jato representam a volta da corrupção.

Segundo o ex-juiz, o fim da força-tarefa seria o triunfo da velha política e dos esquemas que destroem o Brasil e fragilizam a economia e a democracia.

“Esse filme é conhecido”, disse Moro. “Valerá a pena se transformar em uma criatura do pântano pelo poder?”, perguntou o há pouco ministro da Justiça.

O diabo é que Moro se entregou à velha política, em 2018, quando ele se propôs a prende Lula para facilitar a vitória de Jair Bolsonaro.

Ato contínuo, o então juiz da Lava Jato deixou a toga para se transformar nessa criatura do pântano –seduzido pela ideia de poder.

Na tarde de hoje, Bolsonaro afirmou que acabou com a Lava Jato porque não tem mais corrupção no governo.

“Acabei com a Lava Jato porque não tem mais corrupção no governo”, disse o piadista dublê de presidente.

Certamente, se ainda estivesse no governo, Sérgio Moro riria da piada de mau gosto e bateria palminhas para o chefe.

‘A República de Curitiba deu na República da Tubaína’, diz Flávio Dino

Lula diz que ‘não vai fugir para os EUA’ em referência a Moro

Gleisi sobre a “fuga” de Moro para os EUA: “Já vai tarde”

Adeus, querido: Moro pode deixar o Brasil para morar nos EUA

Compartilhe agora