Loja da Havan, em Belém, é fechada pela polícia após inauguração

A inauguração de uma loja Havan na cidade de Belém (PA) causou a aglomeração de milhares de pessoas na manhã deste sábado (10). A loja foi autuada por descumprir o decreto estadual que prevê medidas sanitárias para a prevenção da covid-19 e fechada pela polícia Civil.

As portas ainda nem tinham aberto e milhares de pessoas já se aglomeravam no lado de fora do estabelecimento, na avenida Augusto Montenegro. Imagens mostram o fundador da rede, Luciano Hang, animando a multidão do lado de dentro da vitrine de vidro. As imagens viralizaram na internet.

A secretaria de Estado de Saúde Pública informou que a responsabilidade pela fiscalização é da prefeitura de Belém, mas a secretaria mandou uma equipe da vigilância sanitária com a polícia Civil até o estabelecimento, que acabou notificado e fechado pelo não cumprimento das regras.

LEIA TAMBÉM:

Fla venceu o Vasco de virada, 2 a 1, no Clássico dos Milhões

“Boi Bombeiro” da ministra da Agricultura mostra baixaria que é o governo Bolsonaro

Kid Bengala, ‘pau pra toda obra’, é a aposta para levantar o PTB em SP

O gerente da loja foi levado pela polícia para prestar esclarecimentos. A pena varia entre um mês e um ano de detenção para o responsável, além do pagamento de multa.

Luciano Hang fez uma ampla campanha publicitária para a inauguração da mega loja na capital paraense.

Compartilhe agora