Jean Wyllys refuta bravatas de Sergio Moro sobre a Lava Jato

O ex-deputado Jean Wyllys (PSOL), que deixou o Brasil após ameaças bolsonaristas, refutou as bravatas do ex-juiz Sergio Moro da Lava Jato.

Wyllys foi didático e enumerou:

  1. Sergio, a corrupção nunca se foi; e você inclusive corrompeu o Estado de Direito, fragilizando a democracia;
  2. os esquemas da velha política sempre triunfaram: foi por eles inclusive que você virou ministro de Bolsonaro;
  3. você é o pai da monstro do pântano, hipócrita!”

A resposta de Jean foi na verdade uma tréplica em um bate-boca absurdo. Primeiro, Bolsonaro disse que acabou com a Lava Jato porque não há mais corrupção no governo

Moro respondeu: “As tentativas de acabar com a Lava Jato representam a volta da corrupção. É o triunfo da velha política e dos esquemas que destroem o Brasil e fragilizam a economia e a democracia. Esse filme é conhecido. Valerá a pena se transformar em uma criatura do pântano pelo poder?”

O fato é que Bolsonaro se abraçou ao centrão depois que Moro caiu de seu governo atirando. Parte da direita que se arrependeu de eleger Bolsonaro ainda aposta em Moro, mas ele deve fugir para os EUA.

Ou seja, a aventura de extrema-direita se desmancha no ar e deve voltar logo ao esgoto, ou ao pântano, como ilustrou o próprio Moro.

Resta saber o que sobrará do Brasil quando isso finalmente acontecer.

LEIA TAMBÉM: 

Lula diz que ‘não vai fugir para os EUA’ em referência a Moro

Gleisi sobre a “fuga” de Moro para os EUA: “Já vai tarde”

Adeus, querido: Moro pode deixar o Brasil para morar nos EUA

‘A República de Curitiba deu na República da Tubaína’, diz Flávio Dino

Compartilhe agora