Ibama interrompe hoje o combate a incêndios florestais

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama determinou nesta quarta-feira (21) que as brigadas de incêndios florestais interrompam o trabalho em todo o país, à meia noite desta quinta-feira (22).

Confira o ofício assinado pelo chefe do Centro Especializado Prevfogo/Dipro, Ricardo Vianna Barreto:

“Determino o recolhimento de todas as Brigadas de Incêndio Florestal do IBAMA para as suas respectivas Bases de origem, a partir das 00:00H (zero hora) do dia 22 de outubro de 2020, onde deverão permanecer aguardando ordens para atuação operacional em campo”, diz o ofício.

O órgão alega indisponibilidade financeira para seguir com o combate aos incêndios que já devastaram grandes áreas do Pantanal, da Floresta Amazônica e de áreas de preservação permanente em outras regiões do Brasil.

O vice-presidente general Hamilton Mourão (PRTB), que comanda o Conselho Nacional da Amazônia Legal, declarou que vai esclarecer a situação com o ministro da destruição do Meio Ambiente, Ricardo Salles:

“Vamos esclarecer a situação. O ministro não me informou nada. Tenho que conversar com ele pra saber o que está acontecendo. Se é problema de orçamento, se é problema financeiro.”

O fato é que as florestas brasileiras estão sendo destruídas rapidamente para dar lugar a criação de gado e cultivo de soja. O governo Bolsonaro tenta disfarçar mas é um grande incentivador dessa destruição. A Justiça acionada, pouco faz. A situação é desesperadora.

Com informações do G1.

Ministério Público Federal pede a cabeça de Ricardo Salles

Robôs pedem ‘Bolsonaro até 2026’ mas internautas reagem com memes e gozações

Senador Arolde de Oliveira morre no Rio vítima de Covid-19

Compartilhe agora