Hadadd: ‘Bolsonaro desautoriza a única atitude sensata do ignorante que nomeou para ministro da saúde’

Compartilhe agora

O ex-candidato à presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, usou as redes sociais nesta quarta-feira (21) para comentar sobre a desautorização do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, que ontem (20) anunciou a compra de 46 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac contra a covid-19.

“Bolsonaro desautoriza a única atitude sensata do ignorante que nomeou para ministro da saúde”, escreveu Haddad no Twitter.

LEIA TAMBÉM
Flávio Dino diz que governadores vão ao Congresso e à Justiça para garantira acesso à vacina

STF pode obrigar Bolsonaro tomar a vacina contra a covid-19

Covid-19: Desconfiança sobre vacina pode comprometer imunidade coletiva

Mais cedo nesta quarta-feira, Bolsonaro falou em “traição” e negou a compra da vacina chinesa após ser questionado nas redes sociais por seguidores.

A vacina CoronaVac está sendo desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. O imunizante está na fase 3 de testes em humanos e no Brasil participam 13 mil voluntários.