Governador bolsonarista de Santa Catarina é afastado para julgamento

O Tribunal Especial de Julgamento de Santa Catarina aceitou na madrugada deste sábado (24) uma denúncia contra o governador bolsonarista Carlos Moisés da Silva (PSL); e ele deixará o cargo na terça-feira (27) para julgamento.

Ele é acusado de crime de responsabilidade por ter concedido aumento salarial aos procuradores do estado por decreto em 2019.

O governador ficará afastado por até 180 dias. A vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido), que também era acusada não teve a denúncia aceita e assumira o governo do estado no lugar de Moisés..

O advogado Marcos Probst afirmou em entrevista à Rádio CBN Diário que “o governador teve votos muitos importantes hoje, que nos fazem acreditar na possível absolvição no julgamento , mas desde já se fez justiça com a vice-governadora. […] Assim como a vice, o governador não cometeu crime de responsabilidade. […] Acreditamos que o julgamento será em curto espaço de tempo”.

Com informações do G1.

Bolsonaro pode ser o principal derrotado nas eleições 2020

Covid-19: Oktoberfest 2020 é cancelada em Santa Catarina

Santa Catarina: Assembleia vota pedido de impeachment do governador Carlos Moisés

 

Compartilhe agora