Gleisi Hoffmann: “Não permitiremos a privatização do SUS”

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), declarou nesta quarta-feira (28) que ela e o PT não permitirão a privatização do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para a dirigente petista, o presidente Jair Bolsonaro só recuou da tentativa de privatizar o SUS por causa da repercussão negativa e do desgaste político.

A presidenta do PT avalia que, quando a poeira baixar, Bolsonaro vai contra-atacar como no caso dos Correios, da Caixa e da Casa da Moeda.

“O sobrenome desse governo é privatização”, ressaltou Gleisi. “Bolsonaro e Guedes são a destruição do Estado”, completou.

A declaração de Gleisi Hoffmann ocorreu no começo desta noite após o recuo de Bolsonaro, que revogou o decreto iniciando a privatização do SUS.

Leia mais sobre a privatização do SUS

Bozo reage a pedido de impeachment com bloqueios no Twitter

Bolsonaro revoga decreto sobre privatização do SUS

PT denuncia privatização do SUS em plena pandemia

Recado do Lula sobre o SUS: “é um patrimônio a serviço do povo brasileiro e não pode ser privatizado”

Privatização do SUS é vedada pela Constituição porque Saúde é um direito humano fundamental

Bolsonaro e Guedes começam a privatizar o SUS no meio da pandemia

Compartilhe agora