Flamengo 1 x 1 RB Bragantino; Fla perde a chance de assumir a liderança do Brasileirão

Claudinho abriu o placar para o Massa Bruta, enquanto Lincoln igualou para o Rubro-Negro. 

Flamengo e RB Bragantino empatam em 1 a 1, no Maracanã, nesta quinta-feira (15), em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Não foi desta vez, que o Rubro Negro conseguiu chegar a liderança do Brasileirão.

Desgastado pela maratona de jogos, faltou perna, faltou criatividade, faltou gol, para o Flamengo.

Para quem não se lembra, o time do Fla jogou ontem (15), 48 horas depois de vencer o Goiás.

E o Massa Bruta foi inteligente, acelerou o jogo e apostou no cansaço do adversário.

Mas essa estratégia funcionou melhor no segundo tempo, pois, Claudinho, da equipe do Bragantino, abriu o placar logo no primeiro minuto.

A partir daí, o clube carioca se lançou ao ataque, pressão total, até que conseguiu igualar o placar com Lincoln, aos 24 minutos da segunda etapa. Mas não foi o suficiente para virar o placar.

Em resumo, o empate foi ruim para os dois lados.

Com o resultado, o Flamengo perdeu a chance de assumir a liderança isolada do Brasileirão e fica em terceiro lugar, com 31 pontos.

Já o RB Bragantino segue em 19º lugar, com 13 pontos marcados.

Próximos jogos de Flamengo e RB Bragantino

Domingo, o compromisso do Flamengo é contra o Corinthians, às 16h (de Brasília), na Neoquímica Arena, pela 17ª rodada.

Já o Bragantino, também no domingo, às 20h30, recebe o Sport, no Nabi Abi Chedid.

Ficha Técnica Flamengo 1 x 1 RB Bragantino

Competição: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 15/10/2020 (quinta-feira)

Horário: 20h (de Brasília) Local: Maracanã. no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS) Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

VAR: Anderson Daronco (Fifa/RS)

Cartões amarelos: Weverson, Mauricio Barbieri (BRA); Lincoln, Arão (FLA)

Gols: Claudinho, a 1 minuto do segundo tempo; Lincoln, aos 24 minutos do segundo tempo.

FLAMENGO: Hugo Souza, Isla, Thuler, Léo Pereira e Renê; Arão (Bruno Henrique), Thiago Maia e Diego; Everton Ribeiro (Gerson), Pedro (Vitinho) e Lincoln. Técnico: Domènec Torrent

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Realpe (Léo Ortiz), Ligger e Weverson; Ricardo Ryller, Raul e Claudinho (Hurtado); Leandrinho (Morato) (Cuello), Ytalo e Bruno Tubarão (Edimar). Técnico: Mauricio Barbieri.

Compartilhe agora