Filho do senador pego com dinheiro nas nádegas também está encrencado

Pedro Arthur Rodrigues, filho e suplente do senador Chico Rodrigues (DEM), terá dificuldades em assumir o cargo no Senado para substituir o pai. Ele foi indicado por Chico Rodrigues de ser o dono de uma pepita de ouro e de uma arma de fogo não legalizada.

Depois que percebeu a encrenca em que meteu o próprio filho, Chico Rodrigues afirmou que os objetos eram dele. Quem sabe não couberam na cueca…

Chico Rodrigues amplia afastamento para 121 dias para filho assumir o mandato

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que foi pego pela Polícia Federal (PF) com dinheiro na cueca, pediu licença de 90 dias do cargo no Senado. Depois ele alterou o pedido de licença de 90 para 121 dias para que o seu filho pudesse assumir o mandato.

Chico Rodrigues, então vice-líder do governo no Senado, foi alvo na semana passada da Operação Desvid-19, que investiga desvios de mais de R$ 20 milhões em emendas parlamentares destinadas à Secretaria de Saúde de Roraima para o combate ao coronavírus.

Ao cumprir mandado de busca e apreensão contra o senador, a PF encontrou R$ 30 mil que estava escondido na cueca dele. Segundo os agentes, parte desse valor foi encontrado “próximo às nádegas”.

Depois que o caso veio à tona, Chico Rodrigues foi exonerado do cargo de vice-líder do governo Bolsonaro no Senado e pediu para sair da comissão externa do Congresso Nacional que fiscaliza os gastos no combate à covid-19.

Mas a “bronca” em que o senador colocou o próprio filho deve complicar a vida do suplente. Muita confusão.

Com informações do GGN.

Randolfe pedirá cassação de senador que escondeu dinheiro nas nádegas

Senador do “cofrinho” pede pra sair da vice-liderança de Bolsonaro

Efeito Bolsonaro: Prévia da inflação de outubro tem a maior alta desde 1995

Compartilhe agora