Debate na Band será o 3° entre os candidatos a prefeito/a de Porto Alegre

O debate da TV Band de Porto Alegre entre os candidatos e candidatas a prefeito/a não será o primeiro quebrando uma tradição nacional de 38 anos.

As mudanças no calendário eleitoral em função da pandemia fizeram com que o debate deste dia 1° de outubro fosse o 3° desta disputa.

O primeiro debate foi promovido pela IMED (Faculdade Meridional de Porto Alegre), em plataforma virtual .

O segundo foi o da Rádio Gaúcha no dia 28. Esse foi em formato ‘Drive In’, os candidatos estacionaram seus carros no estacionamento da emissora e responderam às perguntas dentro dos veículos. Você pode conferir como foi no vídeo a seguir:

As/os candidatas/os à prefeitura de Porto Alegre São:

  • Fernanda Melchionna (PSOL),
  • Gustavo Paim (PP),
  • João Derly (Republicanos),
  • José Fortunati (PTB),
  • Juliana Brizola (PDT),
  • Júlio Flores (PSTU),
  • Luiz Delvair Martins Barros (PCO),
  • Manuela D’Ávila (PCdoB),
  • Montserrat Martins (PV),
  • Nelson Marchezan (PSDB),
  • Sebastião Melo (MDB),
  • Rodrigo Maroni (Pros) e
  • Valter Nagelstein (PSD).

O debate desta noite será transmitido pela TV e Rádio Bandeirantes e também por diversos canais da internet.

Manuela D’Ávila lidera a disputa eleitoral em Porto Alegre com 21%

Manuela d’Ávila, do PCdoB, candidata a prefeita de Porto Alegre.

A ex-deputada Manuela D’Ávila (PCdoB) lidera com 21% das intenções de voto a corrida para a Prefeitura de Porto Alegre, segundo pesquisa eleitoral RealTime BigData. Ela foi candidata a vice-presidenta na chapa com Fernando Haddad (PT) em 2018.

Esta é a primeira pesquisa divulgada  em Porto Alegre após a realização de convenções partidárias que confirmaram as candidaturas.

No cenário estimulado, a ex-deputada e candidata à vice-presidência em 2018 é seguida por três candidatos em situação de empate técnico. O ex-prefeito José Fortunati (PTB) aparece com 11% das intenções de voto, enquanto o atual prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) e o deputado estadual Sebastião Melo (MDB) têm 10%.

Em seguida vêm Juliana Brizola (PDT), com 4%; Fernanda Melchionna (PSOL), com 3%, Valter Nagelstein (PSD), 3%, Gustavo Paim (PP), 2%, João Derly (Republicanos), 1%, Julio Flores (PSTU) 1%, Montserrat Martins (PV), 1%, Luiz Delvair (PCO), 0%, e Rodrigo Maroni, 0%. A opção branco e nulo somou 15% e a não sabe ou não respondeu somou 18%.

No cenário espontâneo, em que não é apresentada uma lista com os nomes dos candidatos, Manuela tem 8%, Marchezan tem 5%, Melo tem 2% e Fortunati tem 2%. Os demais candidatos somam 3%. Nesse cenário, 63% disseram não saber ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 19 de setembro. Foram entrevistas 1 mil pessoas. A margem de erro é de 4 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. Ela foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás com o número 01713/2020.

Com informações do R7, Sul 21 e Vermelho.

PDT aciona STF para que Bolsonaro explique declarações dadas à ONU

Bolsonarista “Aos Fatos” entra em desespero com discurso de Lula

Dilma Rousseff: “As 12 falsificações do discurso de Bolsonaro na ONU”

Lula publica discurso que Bolsonaro deveria ter feito na ONU; confira a íntegra

Compartilhe agora