Debate na Band: ‘Prefeito de Curitiba precisa mostrar exame positivo para Covid-19’, cobra adversário de Rafael Greca

A Band TV mantém a tradição e realizará o primeiro debate entre os candidatos à Prefeitura de Curitiba nesta quinta-feira, 1º de outubro, às 22h30.

Informado isso, o prefeito Rafael Greca (DEM) havia informado na semana passada que não iria ao debate de hoje. Os adversários o criticaram dizendo que o mandatário estava fugindo da prestação de contas aos eleitores, etc. e tal.

Em nota, o prefeito de Curitiba alegou que o ambiente do confronto “não está de acordo com as normas de segurança sanitária” de prevenção ao Covid-19.

Ato contínuo, no último fim de semana, Greca comunicou que testou positivo no exame para Covid-19. Ele e sua esposa, Margarita Sansone, tinham sido infectados pelo vírus.

É aí que o bicho pega.

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) e candidato a vereador de Curitiba, Fábio Aguayo (PSL), cobrou uma cópia do exame do prefeito Rafael Greca.

Segundo Aguayo, se o prefeito foi infectado pela Covid-19 afirma que Greca “já está imunizado” e tem obrigação de participar do debate na Band TV.

“Agora ele não vai mais ter desculpa para não ir, já que não está mais doente. Por não estar infectado, ele já não oferece mais riscos de transmissão para os demais candidatos”, disse Aguayo. “Agora ele não pode mais fugir da raia por que saiu do grupo de risco”, ressaltou o presidente da Abrabar.

Em entrevista ao Blog do Esmael, Fábio Aguayo não descarta ingressar na Justiça pedindo que o prefeito Rafael Greca mostre o exame com a testagem positiva para a covid-19.

Nesta quarta-feira (30), o prefeito Rafael Greca escreveu no Twitter que está “completamente recuperado do covid-19” e que deixou o Hospital Nossa Senhora das Graças.

Por meio de sorteio foi definido que hoje à noite podem participar do debate, oito de 16 candidatos a prefeito:

  • Fernando Francischini (PSL)
  • João Arruda (MDB)
  • Renato Mocelin (PV)
  • Paulo Opuszka (PT)
  • João Guilherme (NOVO)
  • Camila Lanes (PCdoB)
  • Marisa Lobo (Avante)
  • Rafael Greca (DEM).
  • A TV Bandeirantes de Curitiba garante que há segurança para todos os candidatos, jornalistas e assessores. Assista ao vídeo:

    Rafael Greca disse que está completamente recuperado do covid

    Em um vídeo publicado nesta quarta-feira (30), ao deixar o Hospital Nossa Senhora das Graças, o prefeito Rafael Greca garantiu que está completamente recuperado do covid-19. Assista ao vídeo abaixo.

    Moro e Bolsonaro compartilham a mesma “escova de dentes” em Curitiba. Pode isso, Arnaldo?

    Possivelmente, o ex-árbitro Arnaldo responderia ao comentarista Galvão Bueno: ‘não pode, isso é falta para cartão vermelho’.

    Deixemos essa questão do futebol para o caderno especializado do Blog do Esmael e voltemos à político.

    O presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Sérgio Moro estão compartilhando a mesma “escova de dentes” nas eleições de Curitiba. Explicaremos abaixo.

    Moro apoia a candidatura a vereador de Fabio Aguayo, do PSL, partido que elegeu Bolsonaro e para o qual retornará após as eleições de 2020.

    Aguayo é presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) e, recentemente, foi recebido em Palácio do Planalto por Bolsonaro.

    Na eleição majoritária, segundo os bastidores da política, o ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro apoio o deputado Delegado Francischini (PSL) à Prefeitura de Curitiba.

    Francischini, delegado da PF, é um lavajatista confesso. Adora mais Moro do que o próprio Deus.

    Bolsonaro também apoia Francischini.

    Portanto, deduz-se, Bolsonaro e Moro dividem a mesma “escova de dentes” na capital paranaense. Ou seja, estão no mesmo palanque apoiando candidatos a vereador (Fabio Aguayo) e prefeito (Francischini).

    Pode isso, Arnaldo?

    Pode, mas isso é falta para cartão vermelho.

    Pela lógica da política, Sérgio Moro reajustou seu projeto eleitoral para 2022. Ou ele disputa o Senado ou o governo do Paraná.

    Compartilhe agora