Corinthians não perdia um jogo sofrendo cinco gols como mandante havia 15 anos

Flamengo impôs a maior derrota do Corinthians dentro da Neo Química Arena, na tarde deste domingo (18), onde venceu o jogo por 5 a 1.

A goleada imposta pelo Flamengo sobre o Corinthians, na tarde de ontem (18), na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro, foi um feito que vinha sendo raro nos último anos para o Timão.

O Corinthians não perdia um jogo sofrendo cinco gols como mandante há 15 anos. A última vez foi quando perdeu em 2005, também por 5 a 1 para o São Paulo, no Pacaembu, pelo Brasileirão.

Mas como visitante, isso aconteceu com o Corinthians há seis anos, em 2014: 5 a 1 para o Santos, na Vila Belmiro, pelo Paulistão, e um 5 a 2 para o Fluminense, no Maracanã, pelo Brasileirão. O técnico era Mano Menezes.

Na história, foi a sexta vez que o Flamengo venceu o Corinthians marcando cinco gols ou mais.

Veja o histórico completo de goleadas do Fla sobre o Corinthians por cinco gols:

  • 1959 – Corinthians 1×5 Flamengo – Torneio Rio-São Paulo
  • 1974 – Flamengo 5×1 Corinthians – Amistoso
  • 1983 – Flamengo 5×1 Corinthians – Brasileirão
  • 1994 – Flamengo 5×2 Corinthians – Brasileirão
  • 2020 – Corinthians 1×5 Flamengo – Brasileirão

Com a goleada sofrida contra o Flamengo ontem (18), a maior da história do Corinthians na Neo Química Arena, o Alvinegro soma apenas 18 pontos conquistados. O Timão está apenas dois pontos acima da zona de rebaixamento e, em caso de vitória do Bahia ou Botafogo, logo mais, contra o Atlético-MG e Goiás, respectivamente, pode ainda perder posições na tabela.

O Flamengo, por sua vez, consolidou-se de vez na briga pelo título. Com a vitória, chegou aos 34 pontos, mesma pontuação do Inter, que leva vantagem no saldo de gols, e podendo ser alcançado pelo Atlético-MG.

Desabafo de um ídolo

O desabafo de Cássio, considerado o maior goleiro da história do clube, dá uma visão do atual momento.

Veja o que ele disse na saída do campo após a partida:

“Jamais eu me acho maior que o Corinthians, jamais eu acho que sou intocável. Eu sou muito grato por tudo o que o Corinthians fez por mim. Mas nesse momento eu estou sendo escudo, tudo está sobrando para mim, é muita coisa. É difícil. Não acho que estou em um mau momento. Tem todo direito de ser criticar, mas no momento que eu atrapalhar o Corinthians é melhor eu procurar outro lugar. Vou honrar, foi muito duro hoje, foi uma das piores derrotas minhas aqui, mas não vou deixar de estar aqui, de meter a cara, falar, atuar, se o professor me colocar no banco vou estar aqui apoiando.”

Compartilhe agora