Bolsonaro faz piada homofóbica e ataca governadores Doria e Dino

Compartilhe agora

O presidente Bolsonaro (sem partido) voltou a fazer uma piada homofóbica dizendo que tem alguns ministros “machos” e outros “mais ou menos machos”.

Depois, a conversa foi para o desempenho da economia. Bolsonaro se autoelogiou e elogiou o ministro da miséria, Paulo Guedes. Encerrou atacando o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que segundo ele aumenta impostos.

Assista:

Bolsonaro ainda criticou o governo do Maranhão, que tem à frente Flávio Dino (PCdoB). “Tem que tirar o PCdoB de lá, pelo amor de Deus. Só aqui no Brasil mesmo comunista falando que é democrático”.

Estão todos errados, só Bolsonaro está certo. Por isso o Brasil está tão bem, com quase 160 mil mortos pela Covid-19 e com a volta da fome.

Com informações do Poder 360.

Deu ruim para Bolsonaro: maioria do STF defende vacinação obrigatória

Lula chega aos 75 anos com força eleitoral para decidir a disputa em 2020

Bolsonaro acha mais barato investir na cura do que na vacina; assista