Após pressão, Robinho suspende contrato com Santos

A contratação do jogador gerou muita polêmica por conta do processo que corre contra ele na Itália.

Santos decidiu nesta sexta-feira (16), suspender o contrato firmado com Robinho no dia 10 de outubro, “para  para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália.”

O atacante foi condenado a nove anos de prisão em primeira instância. Ele é acusado de crime de violência sexual contra uma mulher de origem albanesa, ao lado de outros cinco homens, que teria sido cometido em 2013. Na ocasião, o atacante defendia o Milan.

A decisão se dá depois da forte pressão de conselheiros, patrocinadores e a revelação do site “ge”, que publicou reportagem com detalhes da sentença de Robinho pelo estupro coletivo de uma mulher, nesta sexta-feira (16).

O Santos de forma oficial, publicou um comunicado, leia:

“O Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália.”

O atleta de 36 anos também se pronunciou nas redes sociais, em vídeo curto, onde disse o seguinte:

– Com muita tristeza no coração, venho falar para vocês que tomei a decisão junto do presidente de suspender meu contrato neste momento conturbado da minha vida. Meu objetivo sempre foi ajudar o Santos Futebol Clube. Se de alguma forma estou atrapalhando, é melhor que eu saia e foque nas minhas coisas pessoais. Para os torcedores do Peixão e aqueles que gostam de mim, vou provar minha inocência.

Robinho faria a sua quarta passagem pelo clube que o revelou.

Compartilhe agora