PSOL confirma professor Elson Pereira como candidato à Prefeitura de Florianópolis

O PSOL confirmou no domingo (6) a candidatura do professor Elson Pereira à prefeitura de Florianópolis (SC). Na convenção, o partido oficializou o resultado da plenária virtual que teve mais de 150 filiadas e filiados.

Elson foi escolhido como cabeça de chapa de uma ampla coalizão da esquerda na cidade, que reúne nove organizações políticas. Os partidos que integram a Frente Popular decidirão o nome do candidato ou candidata a vice.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro está destruindo o SUS e a Saúde Pública; denuncia Lula

Bolsonaro faz o pior pronunciamento que um presidente já fez; assista ao vídeo

Em editoriais, Globo e Folha dão “beijo grego” na Lava Jato

Durante a convenção, Elson falou sobre a necessidade de Florianópolis ter uma administração pública que rompa com a “lógica excludente e marqueteira de governar”. “Que se coloque o ser humano no centro dos debates e das políticas públicas. Que os investimentos sejam distribuídos priorizando aquelas áreas onde há uma maior carência e necessidade desses investimentos”, disse.

Defensor da gestão participativa, Elson propõe junto com a coligação, uma administração pública que ouve e chama as pessoas para as decisões da cidade. “Mais do que uma união de siglas partidárias, que tem história na construção de uma cidade mais solidária, justa e humanista, a nossa coligação representa um programa de governo que objetiva colocar nas mãos da população de Florianópolis a construção de seu futuro”, afirmou.

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, participou da convenção de forma virtual. Agradeceu os partidos da frente pela união de todo o campo progressista e popular e ressaltou a candidatura como exemplo para o país. “Agradeço a confiança, a generosidade e o desprendimento dos partidos da frente. É significativo o que acontece nesta cidade. O Brasil inteiro está de olho na eleição da cidade. Com Elson, Floripa será uma vitrine, que mostrará para o país como é bom ter um partido de esquerda com o povo e pelo povo”, observou.

Com a união do movimento Floripa pra Frente (PSOL, PDT, PT, PCdoB, PSB, REDE, UP, PCLCP e UCB), a esquerda espera chegar ao segundo turno após 24 anos na capital. A coalizão do campo democrático e popular começou a ser desenhada há quase dois anos, com o compromisso de reverter o cenário de conservadorismo na cidade.

Natural de Florianópolis, Elson Manoel Pereira tem 57 anos, é professor de planejamento urbano na graduação e leciona na pós-graduação de geografia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Se candidatou por duas vezes à Prefeitura de Florianópolis, obtendo 51.106 votos, ou 20,60% dos votos válidos no último pleito, ficando em terceiro lugar, a quatro pontos da segunda colocada. Além de candidato a prefeito, Elson também disputou duas vezes o cargo de deputado estadual, sendo o mais votado na capital em 2018.


A informação é do PSOL