Paulo Freire une Kajuru a Lula

O educador Paulo Freire é uma unanimidade mundial, com exceção da família Bolsonaro.

Na comemoração de seus 99 anos, Freire uniu Lula a Kajuru, por exemplo.

“Viva Paulo Freire com seus 99 anos hoje!!!”, escreveu o senador do Cidadania de Goiás.

Segundo o parlamentar, “homens raros não morrem, Paulo [Freire] e Darcy Ribeiro estão juntos e tristes com nossa educação!!!”

Já o ex-presidente Lula, em vídeo, disse que hoje começou os preparativos para o centenário do educador.

“Hoje Paulo Freire completaria 99 anos”, lembrou o petista. “Dizem que em uma nação a cada século nasce um gênio” continuou. “Paulo Freire é o nosso gênio do século 20. Tive o prazer e a honra de conviver com ele. Poucas vezes vi um homem tão generoso. Jamais permitiremos que ele seja esquecido”, testemunhou o ex-presidente Lula.

Assista ao vídeo:

‘Haddad presidente, Lula vice’, prega ala paulistana do PT

A ala paulistana do PT lançou a tag #HaddadLula2022 neste sábado (19) sinalizando sua chapa dos sonhos: Fernando Haddad, presidente, e Lula, como vice nas eleições de 2022.

O assunto foi um dos mais comentados no Twitter porque, se confirmado fosse, mudaria completamente a lógica petista para o enfrentamento do presidente Jair Bolsonaro nas urnas.

Sondagem divulgada esta semana pela Paraná Pesquisas apontou que 70% dos brasileiros recomendam ao ex-presidente Lula a não participação nas eleições de 2022. Evidentemente que os bolsonaristas também aplaudiram esse levantamento.

E mais da PR Pesquisas: 66% dos brasileiros não acreditam que Lula será o adversário de Bolsonaro na eleição vindoura.

A hastag #HaddadLula2022 –com Haddad na frente do ex-presidente– desagradou a Lula e seus correligionários, os petistas históricos, que ainda têm força de veto no PT. A ordem natural seria #LulaHaddad2022, dizem os petistas “raiz”.

Com o afobamento do time de Fernando Haddad e da ala paulista no PT, o ex-presidente Lula abriu a temporada de prospecção de novos candidatos que possa lhe fazer companhia em 2022. Se não puder concorrer em virtude de processos, Lula quer influenciar na escolha do candidato do PT –partido que ele fundou no início dos anos 80.

“Lula ainda respira”, alertou ao Blog do Esmael um dirigente nacional do PT.

Compartilhe agora