Luiz Fux preside primeira sessão presencial do CNJ

Compartilhe agora

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, vai presidir nesta terça-feria (15), às 15h, a primeira reunião presencial do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Fux vai apresentar aos conselheiros do CNJ os cinco eixos de atuação definidos para a gestão, alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, e propor os desafios que o Conselho terá nos próximos dois anos. São eles:

  1. a proteção dos direitos humanos e do meio ambiente;
  2. a garantia da segurança jurídica conducente à otimização do ambiente de negócios no Brasil;
  3. o combate à corrupção, ao crime organizado e à lavagem de dinheiro, com a consequente recuperação de ativos;
  4. o incentivo ao acesso à justiça digital; e
  5. o fortalecimento da vocação constitucional do STF.

Durante a sessão do CNJ, que não terá processos sendo julgados, o ministro ainda vai lançar um hackathon promovido pelo CNJ. A maratona vai selecionar projetos inovadores que unem ciência de dados e inteligência artificial para criar soluções que reduzam o número de processos judiciais, ampliem a transparência, desenvolvam mecanismos de controle e mensuração da produtividade e melhorem as estatísticas dos processos em tramitação no país.

Serão duas fases: imersão com desenvolvimento e demonstração. Seis equipes, com até seis integrantes, serão classificadas para o Demoday. No Demoday, haverá melhoria de design dos projetos e preparação para fase de pitching, que é o momento de apresentação e defesa das iniciativas. Duas equipes serão escolhidas vencedoras.

LEIA TAMBÉM

  • Veja por que Fux tem tudo para ser pior que Toffoli; íntegra do discurso de posse no STF
  • Moro repete no Twitter ‘In Fux we trust’ após discurso de posse de Fux
  • Fachin apresenta balanço de despedida da Lava Jato