Jornal Nacional, da Globo, prepara “troco” contra Igreja Universal, Record e Crivella

A briga de bugios entre a Globo e a Record, duas TVs nacionais brasileiras, atingem seus respectivos donos.

A Globo é alvo de rajadas de metralhadora disparadas pela Record há mais de uma semana. Promete reagir no horário do Jornal Nacional, principal telejornal da casa.

A Record é uma TV que pertence ao bispo Edir Macedo, da Igreja Universal. O religioso é tio do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), que a Globo quer impedir a reeleição.

A última reportagem da Record ocorreu ontem (20) no Domingo Espetacular.

A emissora da Igreja Universal trouxe a história de um doleiro que supostamente teria ajudado os donos da Globo a esconder dinheiro no exterior.

Segundo a Record, depois de três décadas servir os Marinho, donos da Globo, o doleiro preso e condenado na operação Lava Jato entregou o esquema.

Espetáculo à parte, o Jornal Nacional, da Globo, prepara o troco. Quer atingir com um só disparo três alvos: Universal, Record e Crivella.

Renata Vasconcelos e William Bonner, do Jornal Nacional, ficam constrangidos entre a guerra da Globo e Record.

A guerra promete ser longa e cruenta.

Prepare a pipoca, pois.

Assista ao vídeo do Domingo Espetacular (Record):

Flávio Bolsonaro foge e canta em Manaus: ‘Todo maconheiro dá o toba, yoga yoga yoga’

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), em Manaus, cantou uma musiquinha de mau gosto ao lado de seu irmão Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e do apresentador Sikêra Jr.

‘Todo maconheiro dá o toba, yoga yoga yoga’, cantaram em frente às câmeras de uma TV na capital amazonense.

Até aí, tudo bem. O problema é que Flávio Bolsonaro não compareceu à acareação prevista para esta segunda-feira (21) com o empresário Paulo Marinho, sobre o suposto vazamento da Operação Furna da Onça, em 2018.

O Zero Um, filho do presidente Jair Bolsonaro, alegou que tinha agenda “importante” na cidade do Rio.

As redes sociais não perdoaram e disseram que Flávio Bolsonaro fugiu do ‘olho no olho’ com Paulo Marinho.

De acordo com os internautas, o senador achou mais produtivo ficar falando de ‘dá o toba’ numa TV manauara.

Assista ao vídeo:

Compartilhe agora