“João Requião” disputa a Prefeitura de Curitiba

O sobrinho do ex-senador Roberto Requião, “João Requião”, ops!, João José de Arruda Junior, vai concorrer ao cargo de prefeito de Curitiba pelo MDB na eleição de 15 de novembro.

O sobrinho de Requião montou um estúdio caseiro para gravar os programas do horário eleitoral gratuito, que começará no dia 9 de outubro. Ele terá 45 segundos diários e seis inserções (comerciais) de 30 segundos.

“João Requião”, ops!, Arruda, ainda estuda a melhor estratégia para o rádio, TV e internet. Ele pensa usar o tio, que já foi prefeito da cidade (1985-1988) e governador do Paraná três vezes (1991-1994 e 2003-2010), bem como senador duas vezes (1995-2002 e 2011-2019.

Uma das ideias, segundo o candidato, seria chamar Requião para bater no prefeito Rafael Greca (DEM), que tentará a reeleição, enquanto ele, Arruda, falaria das propostas para a cidade de Curitiba.

Roberto Requião e o sobrinho juram que não se falam há alguns meses, porém há controvérsias. O ex-senador é conhecido pela defesa pública que faz de seus familiares. Portanto, não seria nenhuma aberração a repentina aparição de Requião no programa eleitoral, até 25%, como manda a legislação eleitoral.

Outro caminho para “João Requião”, ops!, João Arruda, seria tentar correr numa aventura solo. Ele sabe que corre, também, o risco de passar despercebido numa campanha curtíssima e ficar longe do primeiro pelotão.

No cenário descrito acima, a tendência é que João seja mais Requião na disputa por Curitiba, ou, como se prevê, não será sequer reconhecido pelo eleitor curitibano.

Leia também sobre as eleições 2020

Compartilhe agora