Isso a Globo não mostra: dona de casa vai à Justiça contra Bolsonaro por mil dólares no auxílio emergencial

Não espere assistir essa reportagem no Jornal Nacional da TV Globo.

Uma dona de casa do Rio de Janeiro decidiu ir à Justiça cobrar o auxílio emergencial de US$ 1 mil, citado pelo presidente Jair Bolsonaro no discurso da ONU.

A ação de cobrança da dona de casa reivindica os mil dólares, cerca de R$ 5,5 mil pela cotação atual da moeda americana, haja vista que ela só recebeu R$ 2,4 mil de ajuda governamental por meio do auxílio emergencial na pandemia.

Segundo a reclamante fluminense, ela só recebeu quatro parcelas de R$ 600, como os demais beneficiários, totalizando R$ 2,4 mil até a data do discurso.

Diferente do discurso de Bolsonaro na ONU, se uma pessoa recebeu todas as parcelas do auxílio emergencial, ela recebeu no máximo 776 dólares ou o equivalente a R$ 4,2 mil.

LEIA TAMBÉM SOBRE BOLSONARO E A GLOBO

Bolsonaro discursou na abertura da 75ª Assembleia Geral da ONU na última terça-feira, dia 22 de setembro.

Na ação judicial da dona de casa, ela argumenta que “… busca a presente pretensão o pagamento da diferença entre o valor recebido e o valor declarado pelo Presidente, de modo a materializar fielmente o benefício financeiro que foi destinado aos brasileiros, segundo expressamente proclamado pelo Chefe maior do estado” e, por meio de suas advogadas, a mulher afirma que o valor recebido teve “importantíssima relevância”, mas que não foi o suficiente para gastos como saúde, educação e moradia.

A dona de casa pede ainda dano moral na ação contra o presidente Jair Bolsonaro, totalizando a causa em R$ 9.420.

Isso a Globo não mostra.

Compartilhe agora