Ibope: Bolsonaro tem 40% de aprovação; 29% de reprovação

Você vai ler nesta matéria:

  • Avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro sobe para 40%
  • Popularidade cresceu frente à taxa de 29%, registrada em dezembro de 2019
  • Parcela da população que confia no presidente subiu para 46%, mas 51% dizem não confiar

A popularidade do presidente Jair Bolsonaro cresceu e o percentual de brasileiros que considera seu governo ótimo ou bom chegou a 40%, em setembro. Segundo a pesquisa CNI-Ibope, divulgada nesta quinta-feira (24) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a taxa reverte tendência de queda que se observava até dezembro de 2019, última edição do levantamento.

A aprovação de maneira de governar do presidente subiu de 41% para 50% e a parcela de brasileiros que diz confiar no presidente cresceu de 41% para 46%, ainda inferior aos 51% que dizem não confiar e abaixo dos 51% registrados no início do mandato.

A popularidade do presidente Jair Bolsonaro cresceu mais entre os entrevistados com menor grau de instrução. Entre aqueles com até a oitava série da educação fundamental, a parcela que avalia o governo como ótimo ou bom subiu de 25% para 44%.

Também chama atenção o crescimento da popularidade entre a parcela da população com renda familiar de até 1 salário mínimo. O percentual de entrevistados desse grupo que avaliam o governo como ótimo ou bom subiu de 19%, em dezembro de 2019, para 35%.

“Aparentemente, o auxílio emergencial teve um papel importante na melhora da avaliação do governo Jair Bolsonaro, como reflete o crescimento na aprovação das ações de combate à fome e à pobreza”, afirma Renato da Fonseca, gerente-executivo de economia da CNI.

Variação semelhante ocorreu entre os ouvidos com renda familiar de até um salário mínimo, os residentes nas periferias de capitais e os que vivem nas regiões Sul e Nordeste.

Resumo da pesquisa do Ibope:

  • Ótimo/bom: 40%;
  • Regular: 29%;
  • Ruim/péssimo: 29%;
  • Não sabe/não respondeu: 2%

Segurança pública segue como área mais bem avaliada

Dentre as nove áreas do governo avaliadas, a segurança pública segue como a de melhor avaliação da atual gestão. No levantamento, 51% dos entrevistados afirmaram ter percepção positiva sobre a atuação – está é a única área em que o percentual de aprovação supera o de desaprovação.

Aspectos positivos mais bem avaliados no governo Bolsonaro, segundo o Ibope

  • combate à fome e à pobreza (48%)
  • educação (44%)
  • saúde (43%)

Ações do governo Bolsonaro com percepção mais negativa entre a população, de acordo com o Ibope

  • Impostos 72% de reprovação (28% de aprovação)
  • taxa de juros 70% de reprovação (30% de aprovação)
  • meio ambiente 63% de reprovação (37% de aprovação)

A CNI-Ibope ouviu 2.000 pessoas entre 17 a 20 de setembro em 127 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e a confiança, de 95%.

Após fiasco na ONU, Bolsonaro realiza 1ª live nesta quinta-feira

O presidente Jair Bolsonaro vai fazer sua primeira live após o fiasco do discurso na ONU, na terça-feira (22), na abertura da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

O Blog do Esmael vai transmitir a live “antipresidencial” às 19 horas de hoje. Acompanhe ao vivo e use a hashtag #BolsonaroMentiuNaOnu. Vamos desmentir o presidente Bolsonaro perante o Brasil e o mundo.

Bolsonaro chocou o mundo, mais uma vez, ao falar na ONU em “cristofobia” –suposto movimento mundial anticristão—e mentir sobre a destruição da Amazônia e do avanço da pandemia da covid-19 no Brasil.

Nas mentiras contadas por Bolsonaro na ONU, ele negou a gravidade da doença; voltou a se esconder atrás de uma decisão do STF que, supostamente, transferia o poder de enfrentar a Covid-19 para estados e municípios; etc.

No discurso da ONU, Bolsonaro mentiu que concedeu auxílio emergencial em parcelas que somam aproximadamente 1000 dólares, quando, na verdade, o auxílio só foi de R$ 600, por decisão do Congresso, e agora reduzido para R$ 300, por decisão do presidente.

Enfim, acompanhe ao vivo a live de Bolsonaro após o fiasco na ONU. O riso será garantindo, eu prometo.

Não esqueça! Use a hashtag #BolsonaroMentiuNaOnu

Assista ao vivo:

Compartilhe agora