Greves: Trabalhadores da Embraer e dos Correios realizam protesto conjunto em São José dos Campos

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e o Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos do Vale do Paraíba (Sintect-VP) realizaram um ato unificado em defesa dos empregos e direitos nesta quinta-feira (10).

O protesto percorreu as principais vias do centro de São José. Participaram representantes das centrais sindicais CSP-Conlutas e CUT, além dos partidos PSTU, PSOL e PT.

O ato foi promovido em protesto aos ataques contra os direitos dos trabalhadores dos Correios e as 2.500 demissões ocorridas na Embraer. Durante a manifestação, a tônica foi de críticas ao governo Bolsonaro e de seus ataques contra os direitos e os empregos dos trabalhadores.

“É inadmissível que governos e legislativos não se posicionem contra as demissões em massa feitas pela Embraer. São 2.500 pais e mãe de famílias que perderam suas rendas. O mesmo ocorre com os companheiros dos Correios, que estão em greve pelo direito a manterem seus direitos”, afirmou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Weller Gonçalves.

LEIA TAMBÉM:

‘Macarrão’ é a receita de Bolsonaro contra a carestia, critica o PT

Covid-19: Brasil tem mais de 129 mil mortes e 4,2 milhões de casos confirmados

Requião “aparteia” discurso de Lula; confira a íntegra

Cinco semanas de greve nos Correios

No dia 18 de agosto, os trabalhadores dos Correios iniciaram uma greve em todo o país. A paralisação foi iniciada devido à recusa da direção da empresa em renovar o Acordo Coletivo de Trabalho da categoria, que reúne direitos conquistados há mais de 30 anos pelos carteiros e outros profissionais que atuam na ECT.

“Além da manutenção dos nossos direitos, estamos em luta contra a proposta de privatização dos Correios, que poderá entregar uma empresa estratégica para o país para a iniciativa privada”, explicou o presidente do Sintect, Moisés Lima.

As duas categorias pretendem organizar novas mobilizações para os próximos dias.

*Com informações do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos