Brasil ruma para 5 milhões de casos e 150 mil mortes por coronavírus

Daqui a uma semana, o Brasil poderá chegar a 5 milhões de casos e, pela média, ultrapassar 150 mil mortes pelo novo coronavírus.

País conta 139.977 óbitos registrados e 4.624.855 diagnósticos de Covid-19. Os dados são desta quarta-feira (23), divulgados pelo Ministério da Saúde.

Desde março, o governo de Jair Bolsonaro tem adotado medidas insuficientes para enfrentar a pandemia.

A degradação econômica dos brasileiros é percebida a olhos nu, porém, com o apoio da mídia corporativa, os índices de aprovação de Bolsonaro saltaram para 40% ante 29% de reprovação.

Quanto as medidas para o enfrentamento da pandemia, o discurso de Bolsonaro na ONU não refletiu a verdade concreta.

O presidente brasileiro tem adotado a linha negacionista para a doença, endeusamento da cloroquina (medicamento não comprovado cientificamente), bem como mentindo sobre ao auxílio emergencial de mil dólares para os mais necessitados. Pelo contrário. No início deste mês, Bolsonaro reduziu a ajuda governamental para R$ 300 por mês até dezembro.

Após fiasco na ONU, Bolsonaro realiza 1ª live nesta quinta-feira

O presidente Jair Bolsonaro vai fazer sua primeira live após o fiasco do discurso na ONU, na terça-feira (22), na abertura da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

O Blog do Esmael vai transmitir a live “antipresidencial” às 19 horas de hoje. Acompanhe ao vivo e use a hashtag #BolsonaroMentiuNaOnu. Vamos desmentir o presidente Bolsonaro perante o Brasil e o mundo.

Bolsonaro chocou o mundo, mais uma vez, ao falar na ONU em “cristofobia” –suposto movimento mundial anticristão—e mentir sobre a destruição da Amazônia e do avanço da pandemia da covid-19 no Brasil.

Nas mentiras contadas por Bolsonaro na ONU, ele negou a gravidade da doença; voltou a se esconder atrás de uma decisão do STF que, supostamente, transferia o poder de enfrentar a Covid-19 para estados e municípios; etc.

No discurso da ONU, Bolsonaro mentiu que concedeu auxílio emergencial em parcelas que somam aproximadamente 1000 dólares, quando, na verdade, o auxílio só foi de R$ 600, por decisão do Congresso, e agora reduzido para R$ 300, por decisão do presidente.

Enfim, acompanhe ao vivo a live de Bolsonaro após o fiasco na ONU. O riso será garantindo, eu prometo.

Não esqueça! Use a hashtag #BolsonaroMentiuNaOnu

Assista ao vivo:

Compartilhe agora