Bolsonaro é alvo de panelaço durante pronunciamento no 7 de Setembro

Várias cidades brasileiras registraram panelaço durante pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) feito em cadeia nacional de rádio e televisão nesta segunda-feira (7) por ocasião do 198º aniversário da independência do Brasil.

Batizado de “Cala a boca Bolsonaro”, o protesto foi convocado por internautas nas redes sociais. Além de bater as panelas nas janelas, os manifestantes também gritaram palavras de ordem como “Fora, Bolsonaro!”.

LEIA TAMBÉM
Pronunciamento de Lula à Nação pelo 7 de setembro

Lula: “Vamos juntos reconstruir o Brasil”

“Não vai ter volta às aulas presenciais por causa da covid”, diz dirigente da CNTE

Foram ouvidos panelaços nas cidades de São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro, Niterói (RJ), Recife, Maceió, Florianópolis, Goiânia, Porto Alegre e Brasília.

E sua fala, Bolsonaro não se solidarizou com as famílias dos 127 mil mortos pela covid-19, não se referiu à redução do auxílio emergencial para R$ 300 durante a pandemia, nem mencionou uma política para retirar milhões de pessoas do desemprego. Mas defendeu a ditadura militar, nos anos 60, quando, segundo ele, a “sombra do comunismo” ameaçou os brasileiros.