25º Festival ‘É Tudo Verdade’: A Libelu chega ao cinema nesta quarta-feira

A Libelu não chegou ao poder, mas chega ao cinema nesta quarta-feira (30) com a estreia do filme “Libelu-Abaixo a Ditadura”, que narra a trajetória da tendência estudantil que no fim dos anos 70, em plena vigência da ditadura militar, desafiou o regime dos generais com passeatas e protestos estudantis. O filme integra a mostra da 25ª edição do Festival É Tudo Verdade.

O Festival É Tudo Verdade é a maior mostra de filmes no gênero documental no Brasil, com a exibição gratuita de produções nacionais e de outros países em plataformas digitais.

O festival começou em 24 de setembro e segue até o próximo dia 4 de outubro.

SINOPSE FILME LIBELU – ABAIXO A DITADURA
Competição Brasileira de Longas e Médias-Metragens

Liberdade e Luta (Libelu) foi uma tendência estudantil universitária surgida em 1976, um braço político da Organização Socialista Internacionalista (OSI) vinculada ao grupo de Pierre Lambert – que reivindica a herança da IV Internacional fundada por Leon Trotsky em 1938.

A Libelu teve uma forte base de atuação na Universidade de São Paulo (USP) e ganhou projeção política ao retomar a palavra de ordem “abaixo a ditadura”. A tendência estudantil teve também um papel de destaque na retomada das passeatas estudantis pelas liberdade democráticas nos anos de 1977 e 1978.

Além da presença significativa no movimento estudantil, os “libelus” foram atuantes na área cultural com ações criativas e irreverentes.

“Entre os anos 1970 e 1980, Libelu se tornou adjetivo, sinônimo de radicalidade e, para adversários, inconsequência política. Passadas quatro décadas, onde estão e o que pensam os jovens trotskistas que foram às ruas contra os generais?”, uma indagação presente no filme durante depoimento de ex-militantes da organização.

Veja o trailer do filme:

» Direção: DIÓGENES MUNIZ
» SÃO PAULO/SP / BRASIL
» 95′, DIGITAL, COLORIDO, 2020
» Diálogos: Português
» Legenda:
» Classificação: Livre

*Com informações do site do Festival É Tudo Verdade

LEIA TAMBÉM:

Felipe Neto diz que Lula, Dilma e o PT nunca o perseguiram por críticas, já Bolsonaro….

Brasileiros ‘nem aí’ com o debate Trump x Biden, segundo a Paraná Pesquisas

Michelle Bolsonaro repassou recursos para ONGs evangélicas ligadas à Damares Alves

Bolsonaro nomeia ex-marketing do SBT como presidente da EBC

Está tudo dominado e encaminhado para a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) virar um ‘puxadinho’ do SBT de Silvio Santos.

Depois de Bolsonaro colocar o genro do Silvio, Fábio Faria, como ministro das Comunicações; veio Glen Lopes Valente para comandar a EBC. Glen é publicitário e comandou departamentos comercial e de marketing do SBT.

A nomeação de Glen foi publicada nesta quarta (30) no Diário Oficial da União.

A ideia inicial de Bolsonaro era privatizar a EBC. Mas ele percebeu que é melhor controlar o conglomerado de comunicação do governo Federal do que entregá-lo à iniciativa privada.

A EBC foi criada em 2007 no governo Lula para gerir uma série de canais de comunicação do governo. São emissoras de TV, Rádios, e portais de comunicação como a Agência Brasil.

Com informações do G1.

Compartilhe agora