Turma da lava-jato acaba na delegacia

A Guarda Municipal de Campo Grande (MS) acabou com a festa de 150 pessoas em uma lava-jato. O aglomero era uma despedida em plena pandemia de covid-19.

O dono da festa na lava-jato, segundo a Guarda Municipal, seria um jovem de apenas 24 anos.

Na delegacia de polícia, o proprietário da lava-jato afirmou que era o responsável pela organização da festa. Segundo o boletim de ocorrência, nenhum dos 150 convidados estava usando máscara de proteção contra o novo coronavírus.

O “Covidão” em Campo Grande foi realizado para a despedida de uma pessoa, que não foi identificada pela polícia.

De acordo com a delegacia de polícia, o dono da lava-jato foi autuado por infração de medida sanitária preventiva.

De acordo com autoridades sanitárias, Campo Grande é um dos epicentros da covid-19 no Mato Grosso do Sul.

O MS tem 48.023 casos confirmados e 840 mortes pelo novo coronavírus, informa o Ministério da Saúde.

LEIA TAMBÉM

Obituário do Bolsonaro informa: 120.262 mortes por Covid-19 até este sábado (29/08)

O Brasil tem 3.846.153 casos e 120.262 mortes por Covid-19 confirmados neste sábado, 29 de agosto, informa o Ministério da Saúde.

O obituário do presidente Jair Bolsonaro segue ganhando robustez, a medida que o governo afrouxa políticas contenciosas para o novo coronavírus.

Além de afrouxar regras, a redução do auxílio emergencial em R$ 300 poderá agravar a crise humanitária no Brasil.

Sob Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes, apoiados pela mídia corporativa, o País soma mais de 80 milhões de desempregados formais. Trata-se do maior número do planeta.