PIB do Japão sofre contração histórica de 27,8%

O Produto Interno Bruto (PIB) do Japão encolheu em ritmo histórico no trimestre de abril a junho, excedendo de longe o recorde anterior, registrado logo após a crise financeira global de 2008.

Em projeção de crescimento anual, o último trimestre registrou queda de 27,8%, declínio bem mais acentuado que o recorde anterior de menos 17,8% no período de janeiro a março em 2009. O número mais recente representa o pior resultado desde que os dados passaram a ser compilados, em 1980.

Outro forte ritmo de contração foi registrado no trimestre de abril a junho de 2014, quando o imposto sobre consumo foi elevado de 5% para 8% no Japão. Em projeção anualizada, o PIB de então sofreu contração de 7,5%.

LEIA TAMBÉM
Belarus: semana começa com protestos em frente a fábricas e à televisão estatal em Minsk

Delação de Palocci foi um padrão na Lava Jato, diz líder do PT

Deputada bolsonarista quer o fim da cota para mulheres nas eleições

Quando o imposto subiu novamente, de 8% para 10%, em outubro do ano passado, a economia sofreu contração de 7%, em projeção anualizada, para o trimestre de outubro a dezembro.

No trimestre de janeiro a março de 2011, a economia japonesa desacelerou, com queda de 5,5%, após a ocorrência do terremoto seguido de tsunami que atingiu o nordeste do país no dia 11 de março.

O número mais recente ultrapassou inclusive a contração registrada logo após a primeira crise do petróleo, apesar da inexistência de dados comparáveis, devido a mudanças na forma como as estatísticas eram compiladas. Como exemplo, no período de janeiro a março de 1974, o PIB caiu 13,1% em projeção anualizada.

A informação é da NHK, emissora pública de TV do Japão.