Moradores da Ilha do Mel no Paraná são contra a reabertura ao Turismo em agosto

Moradores da Ilha do Mel, paraíso turístico do litoral do Paraná, são contra a reabertura ao turismo anunciada para o próximo dia 15 de agosto.

A Ilha do Mel pertence ao município de Paranaguá; e um acordo firmado entre a Prefeitura e o Governo do Estado estabeleceu a reabertura do local. Mas os moradores da localidade manifestaram sua posição contrária a medida. Atualmente, apenas moradores podem entrar e sair da localidade sem as restrições impostas pelo documento.

A Notícia foi divulgada no sábado (01) e pegou a comunidade de surpresa. De acordo com o morador Flávio Pitanga Damasceno, não houve nenhuma consulta prévia por parte da administração municipal ou estadual sobre a decisão.

“A Ilha do Mel é um dos únicos locais do mundo que não há casos da Covid-19, além do abaixo-assinado contar com mais de 500 assinaturas de pessoas das comunidades da Ilha do Mel, o documento também tem o objetivo de esclarecer que grande parte dos moradores de Encantadas não está de acordo com a abertura do local para o turismo nesta data”, disse Flávio.

A comunidade elaborou um documento endereçado às secretarias de saúde municipal e estadual, ao Ministério Público Estadual e Federal, e à imprensa para que auxiliem no adiamento da data.

Leia aqui o abaixo-assinado dos moradores da Ilha.

Outra reivindicação dos habitantes é com relação a estrutura de Saúde da localidade, que conforme Flávio, não é adequada ao atendimento.

“Se já há falta de medicamentos e insumos hospitalares nos grandes centros, deduzimos que a mesma situação deve ocorrer na Ilha”, declarou.

Embora seja uma área ampla e aberta, os habitantes sabem que as pessoas expostas à infecção são aquelas que moram nas vilas e que atendem ao turismo. E querem um controle mais rígido exigido de entrada e saída dos não moradores.

“Precisa ser mais controlado, assim como a fiscalização das normas de higiene dos moradores que se deslocam até o continente”, afirmou Flávio.

LEIA TAMBÉM

Comissão do Congresso ouvirá ministro da Justiça sobre relatório com dados de servidores opositores do governo

URGENTE: SÉRGIO MORO LANÇA NOVO PARTIDO PARA DISPUTAR 2022

Covid-19: Mundo ultrapassa 700 mil mortes; EUA e Brasil lideram casos

ADIAMENTO DA ABERTURA
A Associação dos Nativos da Ilha do Mel (Animpo), de Nova Brasília, também está se organizando para que a data de abertura seja adiada. Segundo o secretário da Animpo Felipe Andrews “Não está nada definido para a abertura da Ilha para o dia 15 de agosto. Quem vai decidir quando vai ser aberto a Ilha do Mel será seus moradores, e não estado e município. Já estamos nos organizando para ver uma melhor data para a abertura”.

Com informações do JB Litoral. Foto: José Fernando Ogura/AEN.

Covid-19: Presidência da República registra 178 casos entre servidores

A Secretaria-Geral da Presidência da República atualizou para 178 o número de servidores da Presidência que tiveram resultado positivo para a Covid-19. Desse total, 31 estão em tratamento e 147 foram curados. Não houve registro de óbito até o momento.

O balanço foi divulgado nesta terça-feira (4) e se refere a dados atualizados até o dia 31 de julho. Ao todo, 3.400 servidores trabalham no órgão, a maior parte no Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo federal.

“Com mais de 50% dos servidores em trabalho remoto (teletrabalho) ou em escala de revezamento, a Presidência da República busca continuamente manter o ambiente de trabalho o mais seguro possível e não hesitará em adotar procedimentos complementares, caso necessário”, informou a secretaria em nota.

LEIA TAMBÉM
Centrais sindicais farão protesto no dia 7 de agosto em defesa da vida e dos empregos

Cédula de R$ 200, para Bolsonaro ‘capitalizar’ auxílio emergencial, será cinza, informa BC

Bolsonaro almeja um Brasil desimportante, por Enio Verri

Nesta terça-feira, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, anunciou que testou positivo para a Covid-19.

Oliveira é o oitavo ministro do governo a contrair a doença. Além dele, já testaram positivo para o novo coronavírus os ministros Walter Braga Netto (Casa Civil), Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Milton Ribeiro (Educação), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Bento Albuquerque (Minas e Energia). O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michele Bolsonaro também foram infectados pelo vírus.

Com informações da Agência Brasil