Lula pede cassação de Eduardo Bolsonaro por entregar dossiê de antifascistas aos EUA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça (11) que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), deve ser denunciado e cassado por ter enviado um dossiê com dados de antifascistas à embaixada dos EUA.

“Hoje leio nos jornais que o filho do Bolsonaro foi entregar o nome de mil brasileiros antifascistas para o governo dos EUA. Esse menino deveria ser denunciado e cassado”, escreveu Lula no Twitter.

Em depoimento à Justiça de São Paulo, o deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP) disse que um dossiê montado por ele com dados de militantes antifascistas foi entregue informalmente à embaixada dos Estados Unidos pelo deputado Eduardo Bolsonaro.

O documento entregue pelo filho do presidente não é o mesmo relatório do Ministério da Justiça que listou 579 servidores e professores a favor do antifascismo.

LEIA TAMBÉM
Datena pede férias da Band e acena com candidatura em São Paulo

Paraná vai fabricar e distribuir vacina russa contra Covid-19

Bolsonaro compartilha ‘jornalismo chapa branca’ da TV Bandeirantes; assista

Nesse dossiê, que tem 56 laudas com dados e fotografias de quase 1 mil brasileiros, as pessoas monitoradas são consideradas “terroristas”.

Na semana passada, Douglas Garcia foi condenado a indenizar em R$ 20 mil uma mulher que teve seu nome e dados particulares inseridos nessa listagem.

Com informações do Uol