Joe Biden é oficializado pelo Partido Democrata para disputar contra Trump

O Partido Democrata oficializou, na noite de terça-feira (18), a candidatura de Joe Biden à presidência dos Estados Unidos. O ex-vice-presidente da gestão Barack Obama vai disputar contra Donald Trump, candidato do Partido Republicano, que tenta conquistar um segundo mandato.

A oficialização de Biden, que conquistou 3.558 votos dos delegados democratas na convenção virtual, unificou o conjunto das forças políticas que integram o Partido Democrata, após a desistência do socialista Bernie Sanders da disputa interna. A indicação de kamala Harris para a vice-presidência, mulher e negra, reforçou mais ainda a unidade partidária.

Biden desponta como favorito para as eleições de novembro. Pesquisa do Washington Post e da ABC News divulgada na segunda (17) mostrou Biden com 53% das intenções de voto entre os eleitores registrados, enquanto Trump tem 41%.

Biden agradeceu a indicação do partido e fará o discurso oficial de candidato na quinta-feira (20).

LEIA TAMBÉM:

Governo quer novo adiamento do Censo Demográfico

Cuba anuncia testes em humanos de sua vacina contra o novo coronavírus

Carla Zambelli é diagnosticada com covid-19 e diz que fará tratamento com hidroxicloroquina

Durante o encontro dos democratas, diversos oradores fizeram referências aos protestos e mobilizações contra o racismo e a violência policial ocorridos no primeiro semestre em todo país. Os irmãos de George Floyd participaram da convenção e pediram votos das comunidades negras para Joe Biden.

Michelle Obama fez uma conclamação para que a população e os eleitores democratas não deixem de comparecer às urnas em novembro.

A convenção prossegue nesta quarta-feira (19) e terá como ponto alto o discurso do ex-presidente Barack Obama.